• Youtube
  • Twitter
  • Facebook

bh-eagles-textoNo último final de semana, o BH Eagles, time que representa Belo Horizonte nos campeonatos de futebol americano, sagrou-se campeão da Série B, e ascendeu à Série A da Liga Nacional de Futebol Americano. Ambas as séries possuem cada qual 32 times. A final foi disputada no Estádio Independência, entre o BH Eagles e o Sinop Coyotes (MT).

A equipe belo-horizontina abriu vantagem logo de cara e manteve a superioridade até o final, fechando o placar em 39 a 7. Com público estimado em 5 mil torcedores, o recorde de pagantes esperado não se concretizou, mas isso não ofuscou a festa no estádio. Depois de perder a final do Campeonato Mineiro para o Minas Locomotiva, em março deste ano, o BH Eagles encerra a temporada com saldo positivo. “Foi uma campanha perfeita. Aquela derrota realmente mostrou que nosso time tinha que amadurecer muito mais e foi isso o que buscamos”, disse o presidente do clube, Wesley Oliveira. “Algumas derrotas vêm pra aumentar o desejo de melhorar. Aquela fez com que abríssemos mais os olhos e acelerássemos o processo de profissionalização do time. Por isso trouxemos um head coach norte-americano (Daniel Levy). Isso fez toda diferença”, disse Wesley.

Desde que começou seus trabalhos, há dois anos, o BH Eagles estava associado à Igreja Batista Getsêmani, inclusive no nome: Get Eagles (Get de Getsêmani). Algumas pessoas ficaram chateadas com a mudança do nome. Wesley explica: “Depois do campeonato mineiro, mudamos o nome do time por razões bem simples. Primeiro, porque as pessoas pensavam que o time era patrocinado pelos dízimos e ofertas da Getsêmani, fato que nunca aconteceu. Segundo, porque, às vezes, as pessoas não sabiam como pronunciar corretamente o nome; até sugeriam que fosse o verbo ‘get’, do inglês, e que fôssemos patrocinados pelos norte-americanos. Resolvemos, então, colocar um nome como normalmente os times de futebol americano fazem: o nome da cidade sede do time. ‘BH Eagles’ resolveu isso”.

Apesar da mudança, Wesley esclarece que o time continua dentro dos princípios acordados desde a sua fundação. “Nós sempre oramos antes de cada partida e cobramos dos jogadores atitudes cristãs, tais como não falar palavrões. Na semana passada, inclusive, parte do time compareceu ao evento de leitura ininterrupta da Bíblia, que ocorreu no centro de BH (veja matéria ‘Mergulhados na Palavra de Deus’, na página 12). Atualmente, dos nossos 240 atletas, mais de 100 são evangélicos de várias igrejas”, contou Wesley. Além disso, a diretoria do clube é toda composta por membros da Getsêmani: Wesley Oliveira (Presidente, desde a função do clube); Rejane Conrado (Vice Presidente); Bruno Guilherme (Diretor Administrativo); Edy Aragão (Diretor Técnico); e Armando Nogueira (Diretor Jurídico). “Na temporada 2017, gostaríamos muito que os irmãos da Getsêmani comparecessem aos jogos”, finaliza Wesley.
Se você deseja mais informações sobre o BH Eagles, inclusive sobre seletivas, acesse a página do BH Eagles no Facebook.

Atilano Muradas
Foto: Arquivo pessoal

Comentários

Nenhum Comentário

Comentário estão bloqueados.