• Youtube
  • Twitter
  • Facebook

Estreantes experientes

marilda-textoDois membros da Getsêmani foram eleitos vereadores, em Belo Horizonte: Eduardo da Ambulância e Marilda Portela. Ambos falaram com exclusividade ao GetNews, sobre suas carreiras políticas e seus projetos para a capital dos mineiros. A diplomação dos vereadores eleitos será feita, provavelmente, em dezembro, e a posse, em 1º de janeiro, quando também ocorre a eleição do presidente da Câmara.

Eduardo Guimarães é mais conhecido como EDUARDO DA AMBULÂNCIA, devido ao seu trabalho voluntário de transporte. Há mais de 10 anos, ele trabalha em vários bairros de BH com suas três ambulâncias. Antes de se dedicar ao trabalho voluntário, Eduardo foi empresário da área de relógios de ponto, por 32 anos. Eduardo é casado, há 38 anos, com Marta da Silva, com quem tem 3 filhos, Samuel, Débora e Mateus, e 5 netos.

GetNews – Desde quando o senhor é convertido?
Eduardo – Desde 1973. Estou aqui desde a fusão das duas igrejas que originaram a Getsêmani. Cheguei antes do pastor Jorge Linhares, quando ainda era o pastor Jonas Neves. Quando o nome do pastor Jorge foi indicado para vir pastorear, eu fui um dos que apoiei a ideia, pois eu já o conhecia na igreja que ele pastoreava. Meu trabalho nessa época era divulgar e passar filmes evangélicos nas igrejas. Muitas pessoas se converteram vendo esses filmes. Foram mais de 20 anos fazendo esse trabalho.

GetNews – O que levou o senhor a se candidatar?
Eduardo – Eu já tenho esse trabalho voluntário com a ambulância que ajuda muita gente, mas eu penso que, como vereador, eu vou poder ajudar ainda mais. Hoje, eu ajudo centenas de pessoas, mas como vereador, creio que poderei ajudar milhares. E poderei também ir além da ambulância, realizar outros projetos para ajudar as pessoas em suas lutas e dificuldades. O que faço hoje é o carro-chefe das minhas ações, mas eu tenho projetos na área de educação, da saúde e da mobilidade urbana. Apenas como exemplo, eu já atuo há mais de 5 anos na Casa de Recuperação Esperança, dirigida pelo pastor Dalvo Oliveira.

GetNews – O senhor já havia tentado se eleger outras vezes, certo?
Eduardo – Já fui candidato a vereador 3 vezes. Na primeira vez, em 2008, tive 1.972 votos. Em 2012, tive 3.333 votos. E agora, tive 4.441 votos. Quero agradecer, primeiramente, a Deus, depois, a minha família, e, por fim, a todos os meus amigos e irmãos que depositaram essa confiança em mim. Agradeço também o apoio do pastor Dalvo e do pastor Jorge Linhares. Espero poder cuidar de todos com o maior carinho.

GetNews – Qual é sua visão sobre o crescente número de evangélicos na Câmara dos Vereadores?
Eduardo – Importante, principalmente nessa questão da ideologia de gênero. Quanto mais evangélicos, melhor. Acredito que os evangélicos farão diferença nas votações. E eu não abro mão das minhas posições cristãs.

MARILDA DE CASTRO PORTELA é casada com o deputado federal Lincoln Portela, que já está no quinto mandato. Marilda é mãe de Alessandra e Léo Portela, e avó do Pietro. Essa é a primeira eleição de Marilda, todavia, sua experiência vem de longa data, como assessora do marido e do filho, Léo, que também é político.

GetNews – O que levou a senhora a concorrer nessas eleições?
Marilda – A necessidade de haver uma representação em Belo Horizonte, porque na minha família temos o Lincoln na área federal, o Léo na estadual, e precisávamos ter em Belo Horizonte uma representação para também estar trazendo para cá os trabalhos. Eu já fui assessora parlamentar e chefe de gabinete na Câmara Municipal, atuei como tesoureira e presidente de partidos, fui secretária de desenvolvimento econômico de Santa Luzia, e sou coordenadora política da campanha de Lincoln e Léo. Minha expectativa é fazer um bom mandato e continuar esse trabalho que faz a nossa família.

GetNews – Quais são suas principais ideias para Belo Horizonte?
Marilda – Estaremos trabalhando com as políticas públicas, atuando na prevenção e combate ao uso do crack, enfim, combater as drogas em Belo Horizonte, por meio do Projeto BH sem drogas. Pretendo também atuar na segurança pública, capacitando ainda mais a Guarda Municipal, além de atuar com políticas públicas na área de educação. No geral, pretendo defender os valores morais da família. Mas de todos, creio que o principal será trabalhar no combate às drogas.

GetNews – A senhora já faz alguma ação prática nessa área de combate às drogas?
Marilda – Combate às drogas é ministério da nossa família. Trabalhamos há mais de 40 anos nessa área. Já atuamos na presidência de casas de recuperação e Lincoln trouxe essa bandeira para o mandato dele. E o nosso filho Léo também trabalha nessa área. É uma área que já trabalhávamos muito antes de termos mandatos parlamentares.

GetNews – Nesta eleição, muitos evangélicos foram eleitos. Na sua visão, isso é bom, é ruim, ou não faz diferença?
Marilda – Ajuda e muito. Agora, temos representantes da Getsêmani, da Quadrangular, da Assembléia de Deus, da Universal e outras igrejas. Vamos trabalhar juntos por Belo Horizonte, mas, claro, no companheirismo da bancada evangélica. E nesta eleição para prefeito, sempre estive com o João Leite. Creio que é anseio da população de Belo Horizonte, já há bastante tempo, ter um prefeito evangélico. João Leite está no sexto mandato, tem uma conduta ilibada, é um cristão autêntico, dá testemunho disso e de fato quer uma BH melhor. As propostas dele nos levam a crer que ele fará um bom governo.

Atilano Muradas
Foto: Anna Rodrigues

Comentários

Nenhum Comentário

Comentário estão bloqueados.