• Youtube
  • Twitter
  • Facebook

É possível que uma igreja local tenha fim? Sabemos que a Igreja do Senhor nunca morrerá, mas uma igreja local, pode ser derrotada? Na carta escrita à Igreja de Sardes, registrada em Apocalipse 3.1, vemos que, infelizmente, isso é possível. Dentre as 7 igrejas que receberam a palavra de Cristo, vemos que todas tiveram um passado glorioso, mas hoje, de sua história, restaram apenas as suas ruínas.

Inicialmente, entendo que o que pode levar uma igreja a fechar as portas é deixar a verdade cristã de lado. Alguns administram suas igrejas preocupados apenas com a programação. Já em outras igrejas, existem pessoas que estão em pecado, mas, por serem talentosas, terem bons dízimos ou serem de família influente, pensam que podem fazer o que bem entendem.

Outro problema que acaba com a existência de uma igreja é quando o pastor da igreja não tem voz profética. Todo pastor, sendo um homem ou uma mulher de Deus, deve ser respeitado como profeta da sua igreja, caso contrário corremos o risco de ver as igrejas que são lideradas por eles morrerem.

Por conseguinte, quando a igreja torna-se mundana ela enfraquece, a ponto de poder desaparecer. Em muitas igrejas no exterior, por exemplo, já tive a oportunidade de constatar um esfriamento e um abandono geral de princípios bíblicos basilares, isso mesmo em meio aos cultos. Já preguei em igrejas em que o pastor local me pediu para pregar em dois tempos de 20 minutos, a fim de os irmãos terem um intervalo para beber água e fumar um cigarro. Aqui, no Brasil, se não vigiarmos, nós caminharemos para isso. É perigoso para a igreja deixar que a fidelidade a Cristo torne-se secundária. Precisamos ser santos, como Ele é santo.

Entretanto, a tolerância à imoralidade também pode destruir qualquer igreja. Quando uma igreja torna-se liberal, ela põe em risco seu futuro. Hoje, as pessoas se casam e se descasam na maior facilidade, ou usam qualquer tipo de vestimenta que não condiz com alguém que se chama templo sagrado do Espírito Santo. Se não tomarmos cuidado, a imoralidade pode tomar conta da igreja e terminar seus dias. Para recebermos ajuda, no entanto, precisamos reconhecer qual o nosso problema. Devemos ter consciência quando a unção ou o número de batismos diminui.
A Bíblia diz para sermos vigilantes e confirmarmos o resto daqueles que não se contaminaram. Ainda há tempo de salvar, de continuar com a obra que Deus nos confiou. O Senhor não nos deu sua obra para a destruirmos. A igreja local deve avançar, prevalecer e vencer, pois ela é um pedaço do Reino de Cristo.

Portanto, espero que o Deus Todo Poderoso e Eterno tenha misericórdia do seu povo e continue avivando a igreja em
todos os quatro cantos da Terra.

Pastor Jorge Linhares

Comentários

Nenhum Comentário

Comentário estão bloqueados.